Como as atividades físicas estimulam o nosso cérebro?

Quando falamos em esportes, a importância da força física logo nos vêm à tona. Afinal, correr, saltar, nadar, etc, são práticas que necessitam de muita capacidade atlética para superarmos os limites do corpo. Entretanto, cada vez mais, a ciência esportiva atribui à força mental uma grande parcela de contribuição para êxito esportivo, já que essas atividades também estão diretamente ligadas às funções cognitivas, de raciocínio, memória e concentração.

 

Exercitar o cérebro é tão importante quanto os fortalecer músculos. E, quando praticamos alguma atividade físicas, as nossas mentes vivem em constantes estímulos, seja para “orientar” os movimentos do corpo, como para atingir as metas do jogo (cálculos e estratégias). Segundo o personal trainer Marcelo Santana, por isso, pessoas que reclamam da dificuldade de se concentrar em algumas atividades, até então consideradas simples, devem investir em exercícios físicos regulares para melhorar o funcionamento cerebral:

 

“A atividade física tem um papel fundamental para melhorar a concentração, estimular a memória, porque necessita dessa habilidade, da consciência corporal, coordenação e do esforço físico, o que faz o cérebro começar a trabalhar de maneira mais intensa. Nesse processo, temos também uma liberação de serotonina, o hormônio do bem-estar, acontece quando o cérebro é exigido, ou seja, ele fica em alerta e mais ativo pelo esforço físico. Para que isso ocorra, invista em uma atividade de intensidade moderada a leve, nada muito intenso, mas que seja de forma contínua.”

 

Indica o profissional, reiterando:

 

“Em diversos estudos, pesquisadores selecionaram jovens na fase pré-vestibular, em que estão “abitolados” no estudo, e colocaram durante uma hora e meia para praticar atividade física no meio do dia. A resposta foi tão positiva, por exigir o cérebro um outro estado de atenção que, quando retornavam ao estudo, a memória voltava mais fresca e a aprovação dos estudantes foi muito maior no vestibular.”

 

Conta o personal destacando, abaixo, as melhores atividades para a concentração. Veja!

 

5 esportes para trabalhar a concentração

 

O personal trainer destaca as atividades aeróbicas para estimular as funções cerebrais e torná-las mais eficiente: “A aeróbica exige mais do cérebro, melhora a condição cardiovascular, que também otimiza a respiração e com isso aumenta a oxigenação do cérebro, potencializando os resultados com raciocício e a concentração”, explica Marcelo.

 

1 – Natação: Vamos nadar! O esporte, que está no topo da lista das atividades que melhoram a capacidade de se concentrar, requer atenção máxima ao espaço que ocupa, controle da respiração e consciência corporal, além dos fatores físicos relacionados à melhora da respiração, melhor desenvolvimento do corpo e trabalhar diferentes grupos musculares durante a prática.

 

2 – Corrida: Assim como a natação, durante a corrida na esteira ou ao ar livre, o praticante deve estar atento aos movimentos do corpo, a respiração, postura e controle do ritmo para não causar lesões. O esporte também auxilia na redução do estresse, fazendo o cérebro executar melhor as suas funções.

 

3 – Bicicleta: Pedalar exige um controle total do seu corpo e da bicicleta, além do equilíbrio e da postura para não prejudicar o corpo. Durante a atividade, o praticante deve estar atento em tudo à sua volta além de ter atenção nos movimentos do próprio corpo. Se concentrar na prática esportiva é uma maneira de abstrair outras atividades e focar em uma de cada vez, otimizando a concentração.

 

4 – Basquete: Durante o jogo de basquete, o aluno deve estar atento à todas as atividades que acontecem na quadra, noção de espaço, altura, velocidade e na movimentação da bola, além de planejar táticas para chegar ao objetivo da cesta. Por ser uma atividade moderada e exigir as funções do cérebro, o esporte entra para a lista das práticas mais benéficas para a concentração.

 

5 – Tênis: O esporte em si já exige muita concentração, já que tudo é baseado nas táticas, no espaço, no seu adversário, no foco e no tempo da raquete e da bola. O tênis te ajuda a focar somente no jogo, exige atenção e extrema dedicação, atuando pró-ativamente para melhorar a concentração.

 


Fonte: Conquiste Sua Vida
Postagem original aqui.

Autor: girogp

Compartilhar

Comentários no Facebook